Sexta-feira 13 – Auto Antropofagia e Magia

Os sentidos afloraram-se a ponto de sentir o esquecimento!
Sorrisos apagados, memórias que tomaram formas distintas,
Isso é, por mais triste que pareça, evoluir.

Retiram-me pela minha própria goela
Do meu próprio estrangulamento,
A ponto de olhar-me entreposto a espelhos do futuro e do passado
E regurgitar minhas próprias revisões.

E pode ser isso o que se sente quando nos permitimos novamente a amar.
E o talvez como confirmação.

Sexta-feira 13 costuma pressagiar um dia de azar,
Mas não quando em noites de lua cheia.
Da piscadela e do aperto de mãos
Nasceu um novíssimo, inesquecível e sincero sorriso.
Gravados na sua e na minha memória
De um lugar secreto ao som de Madonna e outras bitches
Dois pontos brilharam no universo aquecendo imensidões sem serem vistos.

E esse foi o primeiro dia.
O segundo foi negação,
Que faz parte da posterior aceitação.
E aceitar significa tomar os riscos
Para riscar os riscos, os medos, o pode ser…
E enfim, ser, vivo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.