O seu tempo está acabando

Seu chão foi despedaçado e ele está enterrado
Tudo o que vê são pedras flutuantes
E tudo o que passa em sua mente é um filme de terror
A pele amarelada esfarela
Ele é feito de areia, pó de estrelas
Que sangra
Ostra seca,
Conchas que se desgastam nas pedras
E se quebram.
Tudo está fragmentado até o mínimo pedaço de si mesmo
Onde se é eterno.
E nele não há fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.