Nesse corpo

Há muito de mim nesse corpo

Há passado, presente e futuro

O que me alegra ou me entristece

Guardo tudo comigo

E penso que sei quem eu sou.

Só não saberia me definir – são tantas coisas!

O que eu acredito em mim e expresso.

O que escondi de mim pelos outros, e que me arrependo.

Hoje, tento recuperá-las

– não do que sobrou, pois não há –

Há tudo aquilo que desacreditei de mim

E tudo permanece em mim.

A criatividade, a ousadia e as fantasias!

Tudo o que vi em mim e subestimei.

Nesse corpo que tem nome e história

Marcas, potências e deleções

De personagens e pseudônimos

Nesse corpo sou capaz de conquistar

Moinhos e derrotar demônios.

É só nele que eu reencontro o meu eu.

Logo eu, que sou tudo isso.

Tanta coisa que eu ainda nem sei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.