Consciência I – Do medo dos outros

Tenho pensado nas pequenas coisas nas quais nos apoiamos para alcançar a efêmera eternidade. No raio de nossa existência temporal somos apenas um fragmento E ainda me prendo no medo da breve permanência. A morte poderia ser menos egoísta, Mas na realidade não é ela que o é, nós é que somos. Permaneço de olhos … Continue lendo Consciência I – Do medo dos outros

Anúncios

Remédio

Quando uma estrela deixa de brilhar no céu, encontram-se os encantos da morte. Simbolizando outras tantas coisas. Acreditávamos que iríamos morrer e nos ariscávamos mais. Morremos, nos matamos, de beijos, de lágrimas, de amores e perdas. Estávamos mais vivos do que mortos. Percebemos então que teríamos um recomeço, envelhecemos Pra repensar, não será agora que … Continue lendo Remédio