Consciência I – Do medo dos outros

Tenho pensado nas pequenas coisas nas quais nos apoiamos para alcançar a efêmera eternidade. No raio de nossa existência temporal somos apenas um fragmento E ainda me prendo no medo da breve permanência. A morte poderia ser menos egoísta, Mas na realidade não é ela que o é, nós é que somos. Permaneço de olhos … Continue lendo Consciência I – Do medo dos outros

Anúncios

A regra do jogo

A verdade mata. Embora a mentira mate do jogo a maioria das peças, As mais importantes e menos queridas, Nem sempre a verdade é a regra do jogo. Perde-se, seguidas vezes. E você só perde. Então você mente. A começar, para si mesmo. Mas essas são regras do jogo Alguém precisa perder para outro ganhar. O … Continue lendo A regra do jogo

Do amor

Quantos passos caminhamos Girando,entorpecidos e envenenados Para que nossas mãos se encontrassem? Um suspiro, o olhar entrelaçado Quem era você? Sorria com radiantes devaneios Quando então distantes. Um segredo guardado Tão puro e tão belo Num disfarce imaculado. Como um pássaro procurando por água Estava perto de mim E eu seria para sempre sua fonte. Extravasei … Continue lendo Do amor